Páginas

quinta-feira, 21 de junho de 2012

arvore

em nudez de folhas tramo,
trama.
e atenta espero
verdes e vivos
seres
novos.
e enquanto o tempo pausa
penso...
peso,pesa
levo solto,
solta
folhas leves,breves
no vento.
no chão de terra
e lama
em água sinto
tramas.
e tantas.
tonta lenta dança
passo.
pássaros
em azul céu
de luz
e nua finco.
afirmo.firme.
solo e repito:
em nudez de folhas tramo.
tramas de ponto.
de traço.
de tempo.
tramo
                      cynthia gavião/ 2011

Um comentário:

Cristiane Marino disse...

Que lindo poema, adorei! E a foto também.
Quantos talentos você tem!
Um abraço.